Web - Amor é destino? ♥ Parte 19


Depois de um tempo, nós voltamos ao hotel pra jantar ( umas O6 da tarde --' ). O Pedro segurava na minha cintura, e me dava beijinhos na bochecha, vez ou outra *-*
Bruno: E aí, Cinderelas. Divertiram?
Carol: Você é quem me responde, Romeu. Divertiu? – eu olhei pra ele e pra Marina, e eles ficaram vermelhos.
Bruno: Eu me diverti imensamente! ;D – ele me mostrou um anelzinho de côco no dedo.
Pedro: Que liindo! *------* Um anel de côco *o* – ele fez uma carinha fofa e olhou pra mim – Como se diverte com um anel de côco? :B
Carol: HUSHSAUSHAUSAH' Como, Bruno?
Bruno: êr. ¬¬ Isso é uma aliança, brow. Por enquanto é isso que prende eu, com a minha linda! – ele abraçou a Marina, deixando ela ainda mais sem jeito.
Carol: SÉRIO? Aaaaaaaaaah, parabéns amiga! *-----* – eu corri pra abraçá-la e o Pedro cumprimentou meu irmão.


Pedro: Aê, brother. Truta de responsa! SHUAHSAUSHAUSHA'
Bruno: Só, mano – ele olhou pra mim e puxou meu braço – Ô, dá pra largar a MINHA namorada? Tó, fica aí com esse magrelinho pra você! – ele me empurrou o Pedro e nós rimos.
Carol: Magrelinho? Rá, ele dá dois de você!
Bruno: Qual é, mana. Ele nem chega aos meus pés. – ele olhou pra Mari e fez cara de gostosão – Né não, Má?
Marina: Mente não, amor. É feio! HSUASHAUSAHSUAHSA' – o Bruno ficou com a maior cara de tacho possível, então ela apertou as bochechas dele e lhe deu um selinho.
Marina: Brincadeira, bobo. Você é LINDO! :*
Bruno: Tá, chata D: Olha eu acreditando em você...
Carol: Ai que lindo esses dois! Vontade de MORDER *-------* SHAUSHASUAH'
Pedro: Morde eles não, morde eu! :B – namorado atacado, eu tenho *-* :B

Eu olhei pra ele, fazendo aquele biquinho lindo, enquanto a Mari e o Bruno riam. Ele parecia uma criancinha, muito, muuito, MUITO perfeito! *o*
Carol: Mordo, mordo. Por quê não? :} HSUAHSAUHASUAHS' – eu cheguei pertinho dele bem devagar, e dei uma mordidinha de leve no pescoço dele, sentindo sua pele toda arrepiar :9 – Gostou?
Pedro: Ô... ;9
Marina: Ta bom, gente safada. Vamos almoçar, que eu to morta de fome! *-*
Nós fomos pro restaurante onde o almoço seria servido, em casais ( eu e o Pedro, a Má e o Bru ), sentamos em uma mesa enoorme e esperamos até que o Matheus e o amigo dele chegassem com as gurias deles.
Matheus: Nossa. Eu perdi alguma coisa por aqui? – ele olhou pro Bruno e a Mari se beijando, assustado.
Pedro: Só. SHAUSHASUAHAUSHA' Mais um casal pra nossa coleção!
Bruno: Né. SHAUSHASUAHSHASHA'

Os quatro se sentaram á mesa, e os garçons serviram o jantar. Pra variar, a maioria das coisas que eles serviam era peixe, ou frutos do mar ( coisa que eu odeio, :6 ) --'
Depois que jantamos, todos fomos para nossos quartos, inclusive eu e o Pedro.
Carol: Olha, se eu ouvir UM barulhinho nesse quarto, eu durmo no meio de vocês, ein? – eu me virei pro Bru e pra Mari, antes que eles fechassem a porta do quarto.
Marina: Eu ainda não esqueci aquele dia no hospital, tá?
Carol: HSUASHAUSHAUSHA' Odeio você, CUNHADA. *-*
Marina: Oun, CUNHADA *---*
Nós rimos, enquanto o Bruno e o Pedro se entreolhavam. Eles então entraram no quarto, e eu e o Pedro também.

Carol: Queria ser uma mosquinha, só pra ver o que esses dois vão fazer sozinhos...
Pedro: Ah, fala sério... Aqui é tão mais divertido... – ele me deu um sorrisinho meio pervertido, agarrando a minha cintura, e me dando leves beijos no pescoço.
Carol: Sério? *-*
Pedro: Aham... – ele me deu um beijo perfeito, fazendo carinho nos meus cabelos, me fazendo arrepiar. Nós fomos andando devagar até a cama, e lá deitamos. Ele me beijava com todo o carinho possível, me fazendo sentir vontade de que o tempo parasse ali pra sempre e, ao mesmo tempo, sentisse medo daquela sensação.
Pedro: Você sabe que eu te amo, né?
Carol: S-sei... – eu olhei pra ele, com medo do que ia acontecer.
Pedro: Eu sei que você tem medo...
Carol: Tá, é uma idiotice minha... Mas eu não consigo... – eu me sentei sobre a cama, olhando pros meus joelhos --'
Pedro: Não é idiotice, linda. – ele sentou também, abraçando meu ombro – Eu também tenho medo...

Carol: Você? Medo de quê?
Pedro: Como de quê? De te machucar, ué.
Carol: Sério?
Pedro: Claro... Eu vejo o medo nos teus olhos e, apesar de querer muito, eu quero que isso seja bom pra NÓS, não só pra mim...
Eu olhei pra ele, tendo toda a certeza possível de que ele me amava. Ele me olhou firmemente, como se dissesse pra mim que o nosso amor vinha antes do prazer dele.
Carol: Desculpa... Eu, eu queria não ter esse medo, mas eu não consigo... – eu apoiei a cabeça nos joelhos, com os olhos molhados – Eu sei que você é o cara certo, que você me ama... Mas não dá, eu não consigo...
Pedro: Não pede desculpa, linda. – ele segurou meu rosto com as duas mãos, sorrindo – Eu te amo, mas isso não significa que você é obrigada a se sentir pronta. Eu vou esperar o quanto você precisar, amor.
Carol: Ah... – eu voltei a chorar, pensando por que eu era tão burra ao ponto de ter medo de transar com aquele menino perfeito – É injusto com você... Eu... Se não fosse esse medo idiota...
Pedro: Fica calma, linda. Com o tempo, nós podemos superar esse seu medo... Sem pressa!
Carol: Eu te amo...
Pedro: Eu também, vida... – nós nos deitamos, olhando nos olhos um do outro, até dormirmos assim *-*

Algum tempo depois, ainda de madrugada, eu ouvi o Pedro andando pelo quarto todo, até pular ao meu lado, na cama.
Pedro: BOM DIA, AMOOOR! \o/
Carol: Bom dia...?
Pedro: E aí, ta afim de ver o sol nascer em plena praia?
Carol: Aham... Pega essa cama e leva pra lá. – eu ainda estava morrendo de sono, me virei pro outro lado e voltei a fechar os olhos :)
Pedro: Nada a ver. Anda, levanta Caroline. Nós vamos ver um nascer do sol lindão hojee! *-*
Carol: Hoje? E por que ele vai estar lindo HOJE?
Pedro: Porque eu vou estar contigo, e você vai estar comigo, baixinha. – ele me pegou no colo, e me carregou pro banheiro – Anda, Carol. Acooorda!
Carol: Não, me soolta... u.u
Pedro: Não, você não vai perder isso de jeito nenhum! – ele me carregou até a banheira e me jogou lá, de pijama e tudo --'
Carol: PEDROOO! – eu dei uma mordida no braço dele, morrendo de raiva.


Pedro: Aaaaai! – ele pulou pro lado, e deu um beijinho na mordida – Doida, quase que você me arranca a pele!
Carol: SHUASHAUSHASU’ Quem manda me tacar na água?
Pedro: hm.
Ele me olhou nos olhos por um tempo, com um sorrisinho tentador nos lábios, depois veio pra perto de mim.
Pedro: Posso dar banho no bebê, então?
Carol: USAHUSAHSUAHSAU’ Não. Você pode sentar ali na cama e esperar o "bebê" tomar banho sozinha.

Ele fez uma carinha triste e beijou a minha mão.
Pedro: Véi, você só corta o meu barato...
Carol: Eu sei. </
Ele saiu e fechou a porta, então eu tirei meu pijama molhada -.- tomei um banho rápido, pus um roupão felpudo e saí.

Carol: Que tal? – eu dei uma rodadinha e pisquei pra ele.
Pedro: Look perfeito pra uma praia, né? :}
Carol: Como você é bobo ¬¬
Pedro: Aham. O SEU bobo. – ele saiu da cama e veio me abraçar, todo cheio de charme. *-*
Carol: Você ta querendo me tentar, né?
Pedro: Tô conseguindo?
Carol: Talvez...
Pedro: Ah, tá – ele mostrou a língua pra mim e pegou uma toalha – Vou tomar banho, falsinha. Se arruma logo, pra gente poder sair :)
Ele entrou no banheiro e eu fui até a minha mala ( preguiça de desfazer... ), peguei um maiô PERFEITO que minha mãe tinha comprado pra mim ( verde, com uns detalhes pratas e decote nas costas *-* ), e um shortinho branco. Prendi o cabelo num rabo de cavalo, passei um protetor solar no rosto, e estava passando protetor nos braços, quando ele saiu do banho. Só de toalha, com o cabelo molhado e a barriga a mostra (6), liindo *o*


Pedro: Oi, moça bonita. Posso ajudar? :)
Carol: HHSAUSHASUAHSUAH' Claro! *-* Passa protetor nas minhas costas, moço ;D
Pedro: Passo, passo. Por que não? – ele pegou o frasco das minhas mãos, e eu virei as costas pra ele.
Ele pôs um pouquinho de protetor nas mãos e espalhou pelas minhas costas, suavemente. Depois que espalhou tudo, me deu um beijo na bochecha e sorriu.
Pedro: Pronto. Ta linda. *-*
Nós saímos do quarto umas cinco da manhã e fomos para o mar. Lá, sentamos na areia e ficamos conversando, ouvindo umas musicas no MP4, falando besteiras, namorando *-* Até que finalmente o dia começou a clarear, e o sol foi nascendo, lindo *----*

Carol: Nossa, é perfeito! *---*
Pedro: Olha, refletindo no mar, agora. </
Carol: UAHSAUSHAUSHUASH' – ele tava com uma carinha tão fofa – Brigada, amor.
Pedro: Brigada?
Carol: Por me trazer aqui, brigada lindo! *----*
Pedro: Que é isso, baixinha. – ele me abraçou bem fortinho, me dando um beijo na testa e sorrindo – Te amo, luz do dia! *---*
Nós olhamos nos olhos um do outro, sérios, até que finalmente nos beijamos. *-*
Carol: Eu te amo, paixão! *-----*
Ele se recostou na areia, e eu me deitei sobre ele, com o pensamento de me vingar da tarde passada, na gruta. IHOEIHOEIHOEIEOEI'

Carol: Pedro...
Pedro: Oi?
Carol: Você tem cócegas aqui? – eu mordi o cantinho do umbigo dele fazendo com que o seu corpo inteiro se arrepiasse.
Pedro: N-nãão...
Carol: E aqui? – eu beijei um dos 'quadradinhos' da barriga dele, provocando outro arrepio.
Pedro: Caaaarol...
Carol: Oi, amor? *-* – eu olhei ele nos olhos, com um sorrisinho inocente.
Pedro: Não faz isso, pelo amor de Deus! Não me tortura desse jeito...
Carol: Eu, te torturar? – eu dei mais um beijinho na barriga dele, fazendo com que ele arrepiasse de novo – Magina, amor! *-*
Pedro: Menina... – ele agarrou minhas mãos e pulou pra cima de mim, me fazendo cair de costas na areia – Não brinca comigo...
Carol:E por que não?

Pedro: Por que isso não é justo. Eu sou homem, pô.
Carol: Ah, morri de dó de você, HOMEM.
Pedro: HSUAHSAUSHAUSAH'Ás vezes eu me pergunto, por que não agarrar ela? Ela é tão fraquinha...
Carol: Fraquinha? SHUASHAUSHAUSH'Cutuca pra ver!
Ele me olhou com um sorrisinho safado e beijou meu pescoço.
Pedro: É fraquinha sim! – ele segurou minhas mãos, enquanto ia beijando meu pescoço, me fazendo arrepiar :$ - SUAHSUAHSAUSHAU' Você não é de nada, fato.
Carol: Aham... Você que é tudão. – eu fiz menção de beijá-lo, mas quando ele tocou na minha boca, eu dei uma mordidinha na boca dele </ HIOEHIEHOEHIEOHIE'
Pedro: AAAAI!
Carol: Ô, dodói. Quem mandou mexer comigo, amorzinho? *-*

Pedro: HSUAHSAUSHAUSH' Tá, sem graça. Parei.
Nós ficamos mais algum tempo deitados na areia, até que eu decidi ir pro mar.
Carol: Vem? ;D – eu me levantei e lhe ofereci a mão.
Pedro: Vô *-*
Nós saímos correndo feito doidos, até finalmente chegarmos na água *--* O Pedro entrou correndo, me puxando pela mão, quase me arrastando na areia --' Mal entramos e uma onda já me derrubou ---' EIHOIEOHEIHOEIHEOHIE' ( Oi, eu sou uma meninha de sorte, bjs. --' )
Pedro: Carol? CAROL? – ele me pegou no colo feito criancinha *-* enquanto eu me engasgava com a água do mar D:
Carol: Cof, cof! ( eu não sei como se faz 'tosse', então vai essa de gibi da Mônica, mesmo ) Pedro...
Pedro: SHUASHAUSHAUSH' Ta doida, menina?


Carol: Aaah, afoguei. --' HSAUSHAUSAHSUSHAU'
Pedro: Verdade. SHUASHAUS' Vem, vamos pra areia.
Carol: Não, vamos ficar aqui! :3
Pedro: Pra você se afogar de novo?
Carol: Não, você me pega no colo! *-^
Pedro: SHAUSAHSUAHSAUSHA'
Ele me deu um beijinho na testa e sorriu, andando pela água. Ele me segurava no colo ( tadinho :$ IHOEIEOIOHIE' ), enquanto eu dava beijinhos por todo seu rosto.
Carol: Te amo, te amo, te amo. Mas você não me dá bola. Acho que eu vou me afogar, num copinho de Coca-Cola. ^^
Pedro: Que é isso, Jesus? HSAUSHAUSAHUSAH'
Carol: HSAUSHAUS' Versinho, amor :)
Pedro: Versinho? *-*
Carol: É :3

Eu fiz biquinho, fazendo charme :D HEIOIEHOEHIEOEHI' Ele deu uma mordidinha na minha bochecha e me deu um selinho.
Pedro: Tá, gata. Vamos sair da água :)
Carol: Ah, por quê? Ta tão legal aqui! *u*
Pedro: Porque nós ainda não comemos nada, e eu to com fome!
Carol: Ô, tadinho. Quer que a namoradinha frita um 'zóião' pra você, amor?
Pedro: HSUASHAUSHAUSAH' Quero! *u*
Carol: Beleza. Me leva até a cozinha, que eu providencio isso pra você, paixão ;D
Pedro: No colo?
Carol: Não, amor. Na carroça --'
Pedro: Ah, fala assim não... :1 – ele fez carinha de triste e me olhou, todo charmosinho. *-*
Carol: HSUAHSAUSHASUH' Oooun, que lindinho! *----* Vontade de morder você, gotoso! *o* SHAUSHAUSAHU'


Pedro: Morde, benhê u.u
Carol: Sério? *-*
Pedro: Não
Carol: É sério sim! – eu fui dar uma mordidinha leve, mas sem querer mordi a boca dele forte demais :o EHIOIHEOEIHOEIOEI'
Pedro: AAI! – ele me soltou na água, e eu fiquei de pé, na frente dele.
Carol: Ai, amor. Desculpa! Foi sem querer! :(
Pedro: Sem querer???
Carol: É. Vem, seixa eu limpar.
Pedro: LIMPAR??? D:
Carol: Limpar, amor...
Ele fez pose, com carinha de criança que caiu da bicicleta. IHEOHIEOHI'
Pedro: Eu não acredito que minha própria namorada me arrancou sangue, Caroline.
Carol: Mas foi sem querer, amor.... Vem, deixa eu dar beijinho que sara! *-*
Pedro: Ta doendo, assassina. – ele fez biquinho, e a gente selou *-* EOIHOEIHEOI'
Pra ser sincera, nem era um MACHUCADÃO.... Era só um buraquinho pititico, mas, como sempre, ele fez um escarcéu ---'
Nós saímos da água, pegamos nossas coisas e voltamos para o hotel. Chegamos lá umas 9:3O, e fomos tomar banho.
Pedro: E então, qual o acordo?
Carol: Acordo?
Pedro: É. Tomamos banhos em banheiros diferentes, ou no mesmo banheiro?
Carol: No mesmo.
Pedro: Sério? *-* – ele me deu um sorrisinho safado.
Carol: Claro, amor! – eu fui até ele, fazendo menção de beijá-lo, mas apenas peguei a toalha na mão dele e sorri – Mas eu vou primeiro!
Ele ficou me olhando com cara de bobo, enquanto eu corri pro banheiro, morrendo de rir. Eu entrei, fechei a porta e liguei as torneiras da banheira ( odeio isso --' ).
Depois de tomar um belo banho de banheira, eu me vesti no roupão, soltei os cabelos e saí. Ele estava deitado na cama, com um vídeo game nas mãos, completamente sexy *---*
Carol: Posso tirar uma foto? *-*



Pedro: Não, aproveita ao vivo.
Carol: SHUAHSAUSHAUSAH' Como você é besta, menino. – eu saí da porta e me deitei ao lado dele.
Pedro: Hm, cheirinho de sabonete... – ele se aproximou do meu pescoço, me fazendo arrepiar.
Carol: SHUASHAUSHAH' :$ – eu corei e ele sorriu – Vai tomar banho não?
Pedro: Depois da tizora que a senhora me deu, resolvi que não vou mais tomar banho -.-
Carol: Você vai feder, amor...
Pedro: HSUASHAUSHAUH' Não vou!
Ele se virou sobre mim, me olhando nos olhos.
Carol: Hm, cheirinho de mar... SHAUHAUSH'
Pedro: Eu? :O
Carol: Aham :) Tá fedendo peixe salgado *-*


Pedro: Mentira! – ele sorriu, me mostrando a língua.
Carol: É verdade, amor. :/ Mas ta diliça ;D SHAUSHASUAHSUAAHSAUH'
Ele pulou pra fora da cama, vermelho de rir. Pegou outra toalha numa gaveta e foi pro banheiro.
Eu me levantei e fui até nossas malas, peguei uma saia e uma blusinha verde folgada, um biquíni preto e me vesti.
Quando ele saiu, eu estava em frente ao espelho, me maquiando :D Ele veio até mim com aquele cheirinho de banho tomado *-* e me abraçou, molhando um pouco as costas da minha blusa. Eu olhei em seus olhos através do espelho, séria.
Carol: Não adianta, amor :l Você ainda tá DILIÇA! ;9 – eu desfiz a cara séria e dei uma piscadinha pra ele, fazendo com que ambos nos dobrássemos de tanto rir.


Nos viramos de frente um para o outro, ele enlaçando minha cintura e eu abraçando seu pescoço, e, com um sorrisinho ele me beijou *-* Ficamos um bom tempo ali parados, nos beijando e abraçando, até que fomos indo involuntariamente para a cama. O beijo dele era suave, mas 'de pegada'. Ele acarinhava os meus cabelos, enquanto apertava um pouco mais a minha cintura contra si. Eu senti algo bom dentro de mim. Não sei, era algo diferente, eu me sentia corajosa, com toda a força do mundo *o*
Era estranho eu, justo EU, me sentir daquele jeito numa 'situação' daquelas. Em outras épocas eu já estaria tremendo, suando. Mas não, eu não me sentia assim. Retribuí o beijo dele com o mesmo amor e a mesma intensidade *-* Era estranho perceber que aquele simplesmente era o momento 'certo'... Mas eu sabia... :}
Ele parou por uns instantes e terminou o beijo com um selinho, me olhando sério. Eu sustentei seu olhar, sem medo algum desta vez. Ele me olhou com aquela mesma carinha que fazia das outras vezes, tipo "Você quer mesmo?", ainda sério. Eu apenas sorri, livre de qualquer medo que eu já havia sentido antes. Mantive esse sorriso feliz, olhando dentro dos olhos dele, e essa foi então a vez dele de me dar um sorriso lindão *-*






10 comentários:

  1. parei na hora que pega fogo só pra vocês ficarem curiosas FHSDUIFDSIOHFUIOSDHOFIDSHSDFUIOH até amanhã! rezem pela minha internet, por favor *-* beeijos

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah que maldaade;

    ResponderExcluir
  3. eu rezoo! *-*
    PQP, to viciada nessa web ;D

    ResponderExcluir
  4. pooxa,
    melhor web *-*

    ResponderExcluir
  5. aaaaaah que curiosidaade!!!!!!!!
    carol e pedro (6)

    ResponderExcluir
  6. Jaqueline Rodrigues8 de março de 2010 19:05

    aaa qe curiosidadee =/
    POSTA MAIS POSTA MAIS \O


    BSPM ♥ a meelhor Web *-*

    ResponderExcluir
  7. aah' caray posta '-'
    eu acompanho faz tempaço sabia ? mais é que eu nunca comento ... ISUHIAUHSIAUHS '

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAAAAAAAI D:

    ResponderExcluir