Web - Amor é destino? ♥ Parte 17




Carol: Licença? :)
Pedro: Toda, amor. – ele tirou os fones e sorriu.
Carol: Desculpa ter saído, é que eu tava lá fora, conversando com o Matheus... – eu fui até a cama e dei um beijinho nele – Á propósito, ele disse que ta lá fora, se precisar.
Pedro: Eu sei. :) – ele retribuiu o beijo e sorriu – Ele sempre está!
Carol: É... Realmente, ele é seu amigo...
Pedro: Sempre... – ele ficou pensativo alguns instantes e sorriu – Mas vem pra cá, deixa eu te curtir!
Carol: Ai, Pedro... Não pode, eu...
Pedro: Carol. Não é contagioso, não.
Carol: E quem disse que era? – e olhei pra ele enfezada, fazendo pose.
Pedro: Não, é que...
Carol: 'É que' nada, Pedro. Faz o favor de não pensar isso de mim, porque se eu to aqui, é porque eu gosto muito de você!
Pedro: Desculpa, linda. Eu sei que eu falei besteira...
Carol: Tá. Não dá pra resistir a esse biquinho lindo, mesmo... – eu me sentei ao lado dele, e ele riu e me abraçou.
Pedro: Eu te amo, sabia?
Carol: Eu também, amor! :}
Eu olhei praqueles olhos lindos, cheios de vida e amor. Não, ele não ia me deixar, eu podia sentir! Apesar de tudo aquilo, ele ficaria do meu lado sempre, e nós superaríamos aquilo tudo juntos! *-*
Ele ficou internado por mais uma semana, e o Matheus me levou todos os dias para visitá-lo no hospital. Ele já estava melhorando, 'tomando cor', como dizia minha sogra Mas mesmo assim continuava fraquinho, por isso permanecia lá.
Finalmente, no sábado de manhã ele teve alta. *--*
Doutor: Com licença? – um médico bateu á porta, enquanto o Pedro me ajudava com o dever.
Carol: Oi, entra! :) – eu sorri pro médico, e ele entrou.
Doutor: Você é o Pedro Rocha, não é? – ele sorriu pro Pedro, olhando uma ficha.
Pedro: Eu mesmo, prazer. ;) – ele fez um charminho e sorriu.
Doutor: Rapaz, eu lhe trouxe boas noticias!
Carol: Sério? *-* – eu tava louca pra tirar o Pedro de lá.
Doutor: Sim :D A sua alta saiu, você pode continuar com os medicamentos em casa! E, ao contrário do seu último diagnóstico, você não vai precisar da quimio, por enquanto :)
Pedro: Beleeza!
Doutor: MAS, com todo o cuidado possível, ok? – ele chegou mais perto e sorriu – Qualquer coisinha diferente que você sentir, corre pra cá!
Pedro: Tudo bem, então!
Doutor: Você é a namorada dele? – ele se virou pra mim.
Carol: Felizmente, sim! :)
Doutor: Ótimo. Agora eu sei que o Pedro está entregue em boas mãos! – ele piscou pro Pedro e sorriu – Promete que cuida dele?
Carol: Pode deixar. Ele vai andar miudinho comigo! ;)
Doutor: HSHAUSHAUSHAU' Bom saber! "

Algum tempo depois ele saiu, e o Pedro foi tomar banho. Enquanto isso eu arrumei todas as coisas dele, tudo organizadinho numa mochila :) Ele saiu do banho, com uma toalha branca amarrada na cintura, os cabelos molhados, aquele tanquinho... (6)
Carol: Nossaaa, assim quem fica no hospital sou eu... SHAUSHAUSHAU’ :D
Carol: Você? – ele me olhou sem entender. Eu apenas o olhei de cima a baixo, com uma cara 'engraçada', então ele ficou vermelho e se cobriu com outra toalha – Ai, você não existe mesmo... :$
Carol: SHUAHAUSHAUSHAUSHAU' Não, VOCÊ não existe! – eu fui até ele pra abraçá-lo, mas ele desviou --'
Pedro: Amor, tô todo molhado... :l
Carol: E quem disse que eu ligo? :) – eu o apertei bem forte, molhando boa parte da minha blusa – SHUAHSAUS' Ta um tesão, Pedro! :9
Pedro: Caroline... :$
Carol: HSUAHSAUSHAUSHA' Vem! Deixa eu secar o seu cabelo...
Ele se sentou na cama, de costas pra mim, e me deu uma toalha. Ele tinha deixado os cabelos crescerem um pouco mais, deixando algumas mechinhas lindas, caídas sobre a testa *-* Eu sequei o cabelo dele delicadamente, então comecei a fazer massagem nos seus ombros.

Pedro: O que você quer?
Carol: Eu?
Pedro: Claro... Tá querendo o que, menina? Me matar?
Carol: Não. Quero te aproveitar, meu divo! :*
Pedro: Então porque não aproveita? ;)
Carol: To aproveitando... 8-)
Ele riu e me puxou, fazendo com que eu caísse no colo dele.
Pedro: Aproveita? :3 – ele piscou pra mim e me beijou. Depois que o beijo terminou, ele olhou pra mim e sorriu – Oun, coisa fofa. Só você pra se aproveitar de mim dentro de um hospital...
Carol: Eu que aproveitei? Cara, você me agarrou... – eu fiz cara de vítima e olhei pra janela.
Pedro: Aham, eu agarrei --' Não pode? – ele fez beicinho, com uma carinha liinda.
Carol: Hm... Pode...
Pedro: SHUAHSAUSHAUSHA' Claro que pode! – ele voltou a me beijar, mas de repente alguém chegou na porta.
Menina: Licença? – eu gelei, parei o beijo e olhei pra ela. Era a Marina... – Nossa, que saúde ein, gente... :D
Foi aí que eu fui reparar: nós estávamos sozinhos no quarto de um hospital, molhados, e eu estava no colo dele, que estava só de toalha. :$
Carol: Ai, Marina... Fala sério... :1
Mari: Se eu não conhecesse vocês, diria que estavam pecando...
Pedro: E quem disse que não estávamos? – o Pedro me abraçou e sorriu.
Mari: Uui, pecadoooor...
Nós rimos, até que ela nos fez sinal de que meu pai estava vindo, então saí do colo dele de um pulo e ele correu pro banheiro. :D

Glauco: Oi Marinete... ( apelido besta que ele deu pra Marina, nem liga --' ) Oi filha, e o Pedro?
Carol: T-tá no banho, pai :D Ele recebeu alta, já! *-*
Glauco: Sério? Que bom, amor! – ele nos olhou e sorriu – Bom, vou lá em baixo avisar a sua mãe e a Dora, então. Não demorem, viu? :)
Mari:Glauco: Oi Marinete... ( apelido besta que ele deu pra Marina, nem liga --' ) Oi filha, e o Pedro?
Carol: T-tá no banho, pai :D Ele recebeu alta, já! *-*
Glauco: Sério? Que bom, amor! – ele nos olhou e sorriu – Bom, vou lá em baixo avisar a sua mãe e a Dora, então. Não demorem, viu? :)
Mari: Tá, papiiis. A gente já desce. – ela riu, então ele mostrou a lingua pra ela e foi embora.
Carol: Êêê, Marina... Roubando o meu pai, ein?
Mari: Eu? Magina... :D Tio Glauco é brother!
Carol: Aham...
Eu sorri, peguei uma camiseta preta e um jeans na bolsa do Pedro e fui pro banheiro.
Carol: Amooor, ele já foi... HSUAHSAUSHASH' Toma, veste isso. Não quero que a Mari veja a sua bundinha linda!
Mari: SHAUSHAUSHAUSH' Quem vê, pensa que VOCÊ já viu, né Caroline?
Carol: Vi sim! u.u
Mari Viu, Pedro?
Pedro: Não... – ela mostrou a língua pra mim e riu – Mas vai ver um dia... – ele fez uma voz sexy ( mais estranha que sexy... ), e nós três rimos aos montes. Tá, papiiis. A gente já desce. – ela riu, então ele mostrou a lingua pra ela e foi embora.
Carol: Êêê, Marina... Roubando o meu pai, ein?
Mari: Eu? Magina... :D Tio Glauco é brother!
Carol: Aham...
Eu sorri, peguei uma camiseta preta e um jeans na bolsa do Pedro e fui pro banheiro.
Carol: Amooor, ele já foi... HSUAHSAUSHASH' Toma, veste isso. Não quero que a Mari veja a sua bundinha linda!
Mari: SHAUSHAUSHAUSH' Quem vê, pensa que VOCÊ já viu, né Caroline?
Carol: Vi sim! u.u
Mari Viu, Pedro?
Pedro: Não... – ela mostrou a língua pra mim e riu – Mas vai ver um dia... – ele fez uma voz sexy ( mais estranha que sexy... ), e nós três rimos aos montes.

Carol: Vou mesmo. – eu pisquei pra Mari e abri a porta do banheiro discretamente, e pude ver ele, de boxer preta. *o* – Pedroo... ♫
Ele se virou pra mim, num susto :D Cobriu-se com uma toalha e mostrou a língua.
Pedro: Ah, você eu não posso ver, né folgada?
Carol: Não. Esse é o plano. Eu te uso, você aproveita. :D
Pedro: De você? (6)
Carol: Não, da minha usação....
Mari: Usação, Caroline???? – a Mari me olhou, vermelha de rir.
Carol: Aham, usação. Procura no dicionário, bem.
Mari: SUHAUSHASUAHAU' Só se for no seu, amore.
Carol: Claro que é.
Nós voltamos no carro do Pedro: eu, ele, a Mari, meu irmão e o Matheus. Tudo feliz :B enquanto o Matheus dirigia, cantávamos "Sou praieiro ( Jammil e Uma Noites )", ou melhor, gritávamos Ah, era bom demais ter o meu Pedro ali do meu lado cantando, feliz e saudável. *----* Eu olhei pra ele, todo lindinho, e abracei ele de repente, bem forte. *---* Todo mundo olhou pra gente, e logo a Mari e o meu irmão nos abraçaram também, enquanto o Matheus dirigia e invejava IHEHOIEOHEIHOE'

Um mês passou, e finalmente chegaram as minhas merecidas férias do 2º ano *-* Agora era curtir meu tempinho com o meu amor, antes de voltar para fazer o 3º ano --'
Eu, a Má, o Bruno, o Pedro, o Matheus, um amigo do Pedro, a namorada desse amigo e mais uma guria, que devia ser um rolo do Matheus, fomos á praia *------* Era meu sonho, em todos os meus 16 anos de vida, eu jamais tinha visto o mar ao vivo, seria a primeira vez, e eu estaria do lado do meu diivo *------------------*
Nós tínhamos marcado de sair de casa umas quatro da manhã de uma segunda feira, pra voltar dali duas semanas. Eu estava disposta a aproveitar ao máximo, tornando aquelas férias ainda mais inesquecíveis do que elas pretendiam ser *-*

Carol&Bruno: Oi gente! o/ – eu e meu irmão entramos no carro, e todos já estavam lá, apertadíssimos.
Carol: Boa noite... :)
Pedro: SHSUAHSAUSHA' Boa noite, Carolzinha. – o Pedro sorriu.
Pedro: Boa noite nada, mulher! – ele sentou no banco de trás – Boas férias, isso sim!
Carol: Aaaah, verdaaaaaaade! *-------*
Eu sentei no banco da frente, do lado do Pedro, e dei um selinho nele.
Carol: Bom dia, amooooooor! *---*
Pedro: Bom dia, princesa! – ele retribuiu o selinho e sorriu – Pronta pra curtir a praia?
Carol: Prontíssima! *-*

Nós demos um tchauzinho pra minha mãe, que estava na porta, e seguimos pra estrada. Nossa, eu estava mega ansiosa pra que chegássemos logo. Eu precisava sentir o cheirinho do mar, pôr os pés na areia... :}
Nós viajamos por aproximadamente três horas, até finalmente chegarmos num Resort Hotel, liiiiindo *o* Tinha vários coqueiros em volta dali, e a praia era logo á frente, com uma areia branquinha, o mar e o céu azulzíssimos... Cenário de filme, só podia ser... *----*
Nós deixamos o carro e as malas em frente ao hotel, para que os funcionários manobrassem e guardassem nossas coisas, então, todos corremos para a praia.
Os meninos foram os primeiros a chegar, com exceção do Pedro, que vinha de mãos dadas comigo *u*

Carol:
Pode correr com eles, amor. Eu vou com as meninas.
Pedro: Magina, que eu vou deixar de ver de pertinho a primeira vez que você entra no mar...
Carol: SHAAUAHSUAHSUAHSAUH' Mas vai dar pra você ver...
Pedro: Correção: eu não só quero ver, eu quero sentir! ;D
Ele me pegou no colo, na metade da praia, e foi correndo comigo até chegarmos ao mar. A água estava fresquinha, gostosa, e o mar tinha um cheiro inconfundível, que eu já conhecia antes mesmo de ter estado lá :B
As ondas batiam na gente, e eu e o Pedro apenas riamos, enquanto ele jogava água em mim --' Eu estava muito feliz, o Pedro sempre sabia o que me fazia bem... Eu fui chegando mais pertinho dele devagar, até alcançar sua boca, e poder beijá-lo, com o gostinho do mar *-* IHOEHIEOHEIHOEI'


Ele me abraçou forte, enquanto nós nos beijávamos mais e mais. Eu poderia ter ficado o resto da vida ali, se deixassem. Aquele era o momento perfeito, com a pessoa perfeita. Mas a certa pessoa perfeita fez questão de me tirar do mar, no colo, e me levar até o hotel --'
Pedro: Vem amor, vamos ver os quartos!
Carol: Nããããããão, eu quero o mar...
Pedro: Ah, o mar vai ficar aí, Carol...
Carol: Os quartos também.
Pedro: Tá, chata. Mas agora a gente vai pros quartos.
Eu cruzei os braços, olhando pro mar, fazendo bico. Ele me olhou todo feliz, e me deu um selinho. Um minuto depois, chegamos á uma porta de madeira, num corredor cheio de abajures. Ele sorriu pra mim e abriu a porta, então entrou comigo no colo :$

O quarto era perfeito, todo cheio de cortinas brancas, com lençóis, fronhas e todos os tecidos da mesma cor :) Tinha uma varanda com vista pro mar, que deixava tudo ainda mais perfeito, com a luz do sol entrando e batendo fraquinha sobre a cama.
Carol: Nossa, é perfeeeeeeeito! *---*
Pedro: Gostou, linda?
Carol: Se eu gostei? É lindo, amor! *-*
Pedro Pra você, princesa! :*
Eu olhei pra ele, com um sorriso de orelha a orelha, e o beijei. Ele me apertou forte, dando voltinhas comigo, indo em direção á cama. Eu percebi que a gente ia acabar parando lá, então tratei de sair da frente, antes que ele molhasse aquela cama linda, com toda aquela água e areia :o

18 comentários:

  1. Genteeeeeeem é muuuuuito lindooooo.
    Putz até choreeeeeeeei.
    agoraa to rindoooo..
    mtuU boooooooooooooooooooooooooooom.
    qroO um Pedro desse pra miiiim..... =]
    PERFEEEEEITOOO

    ResponderExcluir
  2. amr, puuloou paarte o_o

    ResponderExcluir
  3. Por favor, postem mais logo. Não vou me aguentar de ansiedade...

    *----*

    ResponderExcluir
  4. puulou parte msm ._.
    mas a weeb tá perfeitaaaaaaaaaaaaaaa *------------*

    ResponderExcluir
  5. Puulo partes e ta meio confuso :X

    mais é perfeito *----------------*

    ResponderExcluir
  6. GENTE, O PEDAÇO QUE TÁ FALTANDO É ESSE, QUE TINHA Q TAR NO COMEÇO DA PARTE 17:

    Carol: Licença? :)
    Pedro: Toda, amor. – ele tirou os fones e sorriu.
    Carol: Desculpa ter saído, é que eu tava lá fora, conversando com o Matheus... – eu fui até a cama e dei um beijinho nele – Á propósito, ele disse que ta lá fora, se precisar.
    Pedro: Eu sei. :) – ele retribuiu o beijo e sorriu – Ele sempre está!
    Carol: É... Realmente, ele é seu amigo...
    Pedro: Sempre... – ele ficou pensativo alguns instantes e sorriu – Mas vem pra cá, deixa eu te curtir!
    Carol: Ai, Pedro... Não pode, eu...
    Pedro: Carol. Não é contagioso, não.
    Carol: E quem disse que era? – e olhei pra ele enfezada, fazendo pose.
    Pedro: Não, é que...
    Carol: 'É que' nada, Pedro. Faz o favor de não pensar isso de mim, porque se eu to aqui, é porque eu gosto muito de você!
    Pedro: Desculpa, linda. Eu sei que eu falei besteira...
    Carol: Tá. Não dá pra resistir a esse biquinho lindo, mesmo... – eu me sentei ao lado dele, e ele riu e me abraçou.
    Pedro: Eu te amo, sabia?
    Carol: Eu também, amor! :}
    Eu olhei praqueles olhos lindos, cheios de vida e amor. Não, ele não ia me deixar, eu podia sentir! Apesar de tudo aquilo, ele ficaria do meu lado sempre, e nós superaríamos aquilo tudo juntos! *-*
    Ele ficou internado por mais uma semana, e o Matheus me levou todos os dias para visitá-lo no hospital. Ele já estava melhorando, 'tomando cor', como dizia minha sogra Mas mesmo assim continuava fraquinho, por isso permanecia lá.
    Finalmente, no sábado de manhã ele teve alta. *--*
    Doutor: Com licença? – um médico bateu á porta, enquanto o Pedro me ajudava com o dever.
    Carol: Oi, entra! :) – eu sorri pro médico, e ele entrou.
    Doutor: Você é o Pedro Rocha, não é? – ele sorriu pro Pedro, olhando uma ficha.
    Pedro: Eu mesmo, prazer. ;) – ele fez um charminho e sorriu.
    Doutor: Rapaz, eu lhe trouxe boas noticias!
    Carol: Sério? *-* – eu tava louca pra tirar o Pedro de lá.
    Doutor: Sim :D A sua alta saiu, você pode continuar com os medicamentos em casa! E, ao contrário do seu último diagnóstico, você não vai precisar da quimio, por enquanto :)
    Pedro: Beleeza!
    Doutor: MAS, com todo o cuidado possível, ok? – ele chegou mais perto e sorriu – Qualquer coisinha diferente que você sentir, corre pra cá!
    Pedro: Tudo bem, então!
    Doutor: Você é a namorada dele? – ele se virou pra mim.
    Carol: Felizmente, sim! :)
    Doutor: Ótimo. Agora eu sei que o Pedro está entregue em boas mãos! – ele piscou pro Pedro e sorriu – Promete que cuida dele?
    Carol: Pode deixar. Ele vai andar miudinho comigo! ;)
    Doutor: HSHAUSHAUSHAU' Bom saber! "

    ESPEERO TER AJUDADO *----*

    ResponderExcluir
  7. Marceele, asho q seria mais faciil vc pegar a weeb da cmm oficial, q não tem comentários no tópico.
    se quiser, o link é esse - http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=94900340

    espeero ter ajudado, [2] *--------*

    ResponderExcluir
  8. PERFEITO DEMAIS OMG OMG OMG !!!!!!!!!!!!!!!!!

    quero mais mais mais mais e muito mais história, tá tãão fofa *o*.

    bjs:*

    ResponderExcluir
  9. Posta o reesto *--*
    Poorfavorziinhoo *-*

    ResponderExcluir
  10. ain o Pedro é taun perfetc...
    eu choroo quando eu leioo ...
    ain..*_*

    ResponderExcluir
  11. geeeeeeeeeeeeeente eu quero a parte 18 *---------*
    caroline lima o nome dela *-*
    poda ter um pedro desse na minha life : DAY LIMA '-'
    ishdoshdhihdishihsihosihsdsihdisahiahhdhdidhhdo
    ;*

    ResponderExcluir
  12. Amoooo essa web novela :D
    muitooo perfeita *_*

    ResponderExcluir
  13. Ooiiiint, eu qeroo um Pedroo praa miim! .-.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Nooooooossa, mais que linda essa história *o*
    quero MUITO a parte 18
    (e as outras tambem née KOSPKAPOKSPOAK) ;D

    ResponderExcluir
  16. aaaf cade a parte 18 galere :(((

    day L. :**

    ResponderExcluir
  17. ooiee? parte 18?
    ce abandonoo o blog queridaa?
    too ansiosaa *-*

    ResponderExcluir